1 de janeiro de 2008

Lacroix, 20 anos, a alta costura e a Avon

Crédito: Style.com

Em 2007 foram comemoradas várias datas redondas no mundo da moda: 40 anos da Ralph Lauren, 75 da Dior, 45 de Valentino e os 20 anos de Christian Lacroix.

Nesse post falo sobre as duas décadas de vida que já garantiram a Lacroix um lugar na primeira fila da história da moda e uma exposição no Museu de Artes Decorativas em Paris. E explico o porque desse estilista ser referência para quem gosta e estuda moda.

Assim como Valentino, há traços bem característicos em seu trabalho. Lacroix é acima de tudo um grande amante das artes e sua paixão por pintura, escultura, música, dança e teatro estão claramente refletidas em suas roupas. Tanto nas inspirações como nas formas. A moda da saia balonê e da manga cigana nos anos 80 tem um dedinho dele.

Certamente o modo de Lacroix fazer arte é por meio da alta-costura. Foi ela que o consagrou. Em julho de 1987 ele apresentou sua primeira coleção de alta-costura sob seu nome e sacudiu a imprensa de moda. No mesmo ano ele abriu sua loja depois de anos de trabalho com Jean Patou.


Croqui da primeira coleção
Crédito: Christian Lacroix

As artes também aparecem em suas contribuições para figurinos para balés, óperas, teatro e show. É o seu modo fazer seu espetáculo.


Madonna com um corpete criado por Lacroix na estréia da Re-Invention Tour
Crédito: BBC

Simplicidade nunca foi seu forte. Sua mulher é rococó. A suntuosidade do mundo das artes soma-se toques campesino, bucólico, étnico, que refletem sua origem, na cidade de Arles, região da Provence-Alpes-Côte d'Azur. Em suas coleções ele não abre mão das cores, detalhes e adornos. O styling do seu desfile é sempre suntuoso. Ele também adora flores.

Lacroix e as Celebridades:

Helen Mirren no Oscar 2007 em que ganhou o prêmio de melhor atriz
Crédito: Daily Mail

Uma Thurman no Oscar de 2004 com vestido polêmico
Crédito: LA TIMES


Ao longo desses 20 anos a marca Lacroix ganhou força e ampliou sua oferta de produtos. Em 1988 sua maison começou a fazer o prêt-à-porter, e acessórios. Em 1994 surgiu a linha Bazar, voltada para ao público jovem e um pouco mais barata que o prêt-à-porter. Em 1996 Lacroix mergulha no streetwear e passa a fazer jeans.

Alta Costura primavera verão 2001


Prêt-à-porter primavera verão 2001

Alta Costura primavera verão 2003

Prêt-à-porter outono inverno 2004

Alta Costura outuno inverno 2005

Alta Costura outono inverno 2007

Prêt-à-porter primavera verão 2007


Prêt-à-porter primavera verão 2008
Crédito de todas as imagens: Style.com


A Maison de Lacroix, que pertencia a poderosa LVHM (dona da Dior e da Vuitton). Em janeiro de 2005 ela foi vendida ao Falic Group, dos Estados Unidos. A empresa é a maior empresa de distribuição de 'duty free' na América do Sul e a segunda nos Estados Unidos. Os dados foram divulgados pela revista francesa “Le Nouvel Observateur” na ocasião da compra.

E os negócios parecem que vão bem. A última tacada da empresa foi desenvolver as fragrâncias “Rouge” e “Noir” em parceria com a marca de cosmético popular Avon. Aqui no Brasil cada frasco custa R$75,00 (site da Avon).


divulgação


A exposição de Lacroix fica em cartaz até o dia 20 de abril no Museu de Artes decorativas, mas você pode ver algumas imagens no site do museu e no flash de abertura do site oficial do estilista.

***
Curiosidade:
A cidade natal de Lacroix é a mesma em que o pintor Holandês Van Gogh viveu seu últimos dias. Lembram daquele quadro famoso que ele retrata um quarto? A obra chama "Quarto em Arles" e era seu espaço na França.

5 comentários:

  1. Esse vestido da Uma Thurman não era legal. O post ficou incrível!
    feliz 2008.

    ResponderExcluir
  2. aeeeeeeeeeeee !!! minha amiga bloguenta no pódio dos mais mais no Chic ! arrasooooooooooou !!! besos no coração !

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Essa exposiçao parece ser otima, ~mesmo não sendo de criaçoes só do Lacroix, e sobre a moda desde o seculo XVIII, arrumado com sau visão fica melhor ainda.
    Escolheu itens do museus que falassem com as suas criaçoes também, " A mostra não é uma retrospectiva convencional, e sim minha visão sobre a coleção do museu.Selecionei as peças que mais me inspiraram, algumas nunca vistas pelo publico antes"

    Adorei esse blog e ele já está adicionado nos favvoritos.

    Parabéns
    Beijo
    Nayara Diniz

    ResponderExcluir
  4. Olá, adoro visitar seu site!
    Depois dê uma passadinha lá no meu, quem sabe não poderíamos trocar figurinhas!
    Bjus
    =)

    ResponderExcluir
  5. Olá. Sou mais uma leitora de seu blog, que aliás é super interessante. Parabéns!

    "jornalista paulistana apaixonada por moda e pela boa reportagem."
    Um dos motivos que me atraiu neste blog. A propósito, também planejo ser jornalista futuramente (um longo caminho ainda...) e também adoro moda.

    Se não se importar, seu blog virou um link aqui nos meus favoritos.

    Parabéns, novamente, pelo excelente blog. Abraço.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.