6 de setembro de 2011

os copos do Kaiser

Taças de cristal são a mais nova empreitada do criativo Karl Lagerfeld. A linha "Orrefors by Karl Lagerfeld" chega às lojas neste mês com preços que variam 75 e 220 euros cada.



Karl Lagerfeld’s Glassware for Orrefors©

A Orrefors é uma empresa sueca especializada em cristais, desde 1898, além de ser reconhecida mundialmente pelo luxo quando o assunto são os vidros soprados (acho lindo o processo de fabricação, parece mágica!). O desenho sugerido pelo todo poderoso da Chanel foi super de encontro a tradição das linhas limpas do design escandinavo.

Palmas para esse alemão que realmente consegue se renovar a todo instante. A surpresa da criação fica a cargo do que ele chamou de "coupette". O próprio Lagerfeld conta o que é na entrevista que traduzi da Architectural Digest, feita pela Dana Thomas. E mesmo com assumida falta de modestia do kaiser, vai ser difícil não admitir: "como ninguém pensou nisso antes"?

AD: Agora Karl Lagerfeld tem uma linha de acessórios de casa?
KL: Eu quis desenhar taças que teria em minhas casas. Alguma coisa que eu nunca havia feito. Simples assim. Eu falei para a Orrefors: “Estou apenas interessado nisso. Vocês se interessam?”. Eles se interessaram e aqui estão as peças.

AD: A Chanel aceitou a parceria sem problemas?
KL: Eu faço o que eu quero. Exclusivité é muito démodé

AD: Você até ajudou a desenhar as embalagens?
KL: Foi um “o conceito total”. Foi muito prazeiroso trabalhar com a Orrefors. Muitas empresas tem muitos “chefinhos” que tornam o trabalho mais difícil.

AD: Você foi para Suécia para desenvolver o trabalho?
KL: Não fui para lugar nenhum. Eu fiz os croquis, algumas ligações telefônicas e pessoas me visitaram. É mais divertido vir a Paris.

AD: Por que a paleta de cores limitada?
KL: Eu sou uma pessoa preto-e-branco. Alguns cinzas, alguns rosas sujos, nada de rosa vibrantes. Nunca fui um obsessivo por cor, não sei explicar porque. Eu queria ser ilustrador quando era pequeno. Preto-e-branco sempre parece moderno.

AD: Cada taça vem com porta-copo que você chama de “coupette”.
KL: Os copos destroem a superfície da mesa. Quando você está tomando cerveja por exemplo, sempre apóia o copo em um guardanapo ou num pedaço de papel. Agora temos essa base para as taças. Todas as peças têm o mesmo diâmetro na base, assim servem para a linha completa. Não entendo como ninguém pensou nisso antes.

Aqui o vídeo, em inglês, em que Lagerfeld, com seu humor peculiar, explica seu trabalho:

***
pra ler:
Se a Dana Thomas que assinou a matéria for a mesma Dana Thomas, autora do livro "Deluxe: Como o luxo perdeu o brilho" (ed. Elsevier, 2008), é uma expert no mundo do luxo.

Deluxe - Dana Thomas
#bookdodia

O texto é obrigatório para quem se interessa pelo assunto. Para escreve-lo ela percorreu vários países atrás de respostas sobre o que é o luxo no mundo de hoje. Esteve inclusive aqui no Brasil. Foi à Daslu pesquisar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.