26 de dezembro de 2008

Diário de Bordo - segunda página: Roma

O trânsito caótico, as vespas correndo como loucas, parando em local proibido. O caos faz parte da paisagem da cidade.

Li o novo livro da Danuza Leão, "Fazendo as malas", antes de embarcar. Ela dedica alguns parágrafos à moda romana, e concordo com alguns pontos. Além de elogiar a beleza dos italianos e sua elegância, que realmente salta aos olhos, a autora também discorre sutilmente sobre as peruas italianas.

Em Roma ativista do Peta ia precisar de um esguicho e um caminhão pipa de tinta vermelha, tamanha é a quantidade de casacos de pele circulantes. Peles falsas também. E a maquiagem? Carregadíssima.

Os homens parecem ser muito vaidosos e também se arriscam nas peles falsas. Casacos com o gorro envolto por pelos são uma verdadeira febre entre os italianos, dos bebês aos idosos.




As vielas reservam boas surpresas vintages. Na Via Del Governo Vecchio no centro histórico, brechós vendem grifes famosas. Um deles tem uma oferta impressionante de trench-coats da Burberry por 200 euros. Outro endereço ótimo é o Bohemienne, na Via de Cappellari.




Exibir mapa ampliado

A Via de Condotti é o endereço dos filhos ilustres da Itália: Prada, Gucci, Armani, Valentino, Fendi e dos vizinhos franceses Louis Vuitton, Dior e Chanel. A rua começa aos pés da agitada escadaria da Praça de Espanha. Com a crise, quem carregava as sacolas estreladas eram as coreanas.






Exibir mapa ampliado

A capital italiana também é sede mundial da Igreja. Oferecendo roupas especializada para o clero. Batina fashion!



E o Calendário Pirelli tem um forte concorrente em Roma. Há um exemplar com os padres mais gatinhos do Vaticano.



O lugar em que o primeiro ministro Silvio Berlusconi e do papa Bento XVI se encontram é reduto de muito conservadorismo. Em San Lorenzo, o bairro da balada descolada em Roma, as proprietárias de um bar não aguentaram os ataques, pixações e tiveram que passar o ponto. O motivo? São lésbicas.

***
Não aguentei! Banquei o paparazzo para flagrar os estilo romano e dos turistas, presente aos baldes na cidade.

Elegante casal inglês nas ruínas do Forum Romano

Jovens em momento de ternura. Os capacetes das vespas no chão

Senhora italiana esperando o ônibus

Oriental no Vaticano


Apesar de tanto apelo consumista, minha aquisição romana foi, além de muita cultura e conhecimento, esse estojo de maquiagem em forma de matrioska da marca italiana Pupa. Comprei junto com um hidratante labial na Sephora, loja de cosméticos e maquiagem de deixar qualquer um minimamente vaidoso maluco.





***
Crédito das imagens: Laura/ moda pra ler

4 comentários:

  1. Adorei o post e...ai que inveja!!!!


    Feliz ano novo!!!

    ResponderExcluir
  2. Laurinha, eu juro que não sabia que vespa era coisa de italiano. Acho que de tanto ver o Jamie Oliver andando com a dele eu jurava que era preferência de inglês.
    E eu AMEI seu estojo de maquiagem! Que bom saber que vc está amando tudo!
    Um beijão e um lindo ano novo pra vc,
    Rebequinha!

    ResponderExcluir
  3. para vc que esta ligada no mundo da moda.
    SOPHIA ROSA lança coleções 2009
    de bolsas e acesórios.
    ...
    Modelos limitados...conheça e
    comente sua opnião!

    ... bjus de Sophi.

    ResponderExcluir
  4. ola! gostariamos que visitasse o nosso blog acerca da evoluçao da moda durante o seculo XX , e os factores que a influenciaram. o blog ainda nao esta completo. uma vez que estamos a elabora-lo no ambito da disciplina de area de projecto de 12º ano, vamos actualizando durante as aulas.
    tambem pode enviar sugestoes
    obrigada *

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.