28 de fevereiro de 2008

vermelhô!

Falando em Red Carpet. A tradução em inglês da cor tão adorada por Valentino foi a palavra escolhida para definir as linhas de algumas marcas.

No final de 2007 surgiu a Red Iódice, variação da marca mãe de Valdemar Iódice que tem o fast fashion como mantra e realiza a troca mensal de coleções. A nova investida vai de encontro a dinâmica do mercado de moda nos EUA e na Europa, regiões para as quais a grife pretende expandir. A linha já tem ponto de venda exclusivo no Shopping Market Place em São Paulo e em Curitiba.

Crédito: divulgação

Já a Levi´s o Red significa o segmento delux. Reúne jeans premium, modelagens e acabamentos exclusivos a preços que justificam todo o diferencial. Olhando o bolso da calça parece que estamos na sala de espelhos de um parque de diversões.


Crédito:Cultizm


Já a dama da moda Vivienne Westwood, voltou às passarelas londrinas com sua Red Label. A coleção oferece roupas a preços mais baixos que a “Gold Label”, apresentanda na semana de moda de Paris.



Crédito: Márcio Madeira/ Style.com

Um comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.