6 de dezembro de 2007

MMM e as lembraças



Depois da semana na Casa de Criadores, domingo dei uma passadinha no Mercado Mundo Mix.

O Mercado Mundo Mix norteou um pouco a minha personalidade como jornalista e consumidora de moda. Desde aquela época gostava de seguir o "alternativo". Descobrir novos estilistas, usar roupas que ninguém mais teria.

Acompanho o evento desde que ele acontecia na rua Cardeal Arcoverde. Depois passou a acontecer num galpão na Barra Funda. Era assídua frequentadora. Na época, a moda era ser clubber e o Mundo Mix oferecia várias opções para quem queria seguir esse estilo. Eu tentei ser clubber, mas sempre fui muito revoltada para seguir tribos. Passei a adorar esses eventos de moda "alternativa", também tinha o Mambo Bazar que acontecia num casarão na Paulista do lado do Conjunto Nacional. No Rio adorava a Babilônia Feira Hype - onde comprei uma blusa da Farm bem antes dela vender em concept store em Ipanema.

No último domingo, vi que estou mais exigente para tecido, corte, o caimento e acabamento (as roupas do mundo mix estão muito joviais para mim, talvez? ). Também não senti aquela efervescência de outrora, havia uma mesmice nas peças - viscolycra, pin-up roqueira, camisetas com palavras de ordem.

Os tempos mudam. De qualquer forma fiquei feliz de encontrar mais essa raiz do meu gosto pela moda.

***
Crédito da imagem: Laura Artigas/ Moda pra Ler

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.