11 de outubro de 2007

A Turquia é a nova China?

Não, é claro. Explico o porque da pergunta com mais uma observação capturada durante a viagem. Estou tentando ser politicamente correta e não comprar produtos Made in China. Confesso que não é tarefa fácil. Até o post-it é feito lá.

Na Europa esse desafio é ainda maior. Contudo, nessa viagem notei muitas roupas produzidas na Turquia, principalmente as feitas algodão.

Ontem na newsletter do Portugal Têxtil havia uma matéria justamente sobre o crescimento da Turquia na indústria têxtil. Tá colada aí em baixo no português da terrinha. Notem as diferenças.

***

Vista como um concorrente de baixo custo, a Turquia afirma-se todavia nos segmentos de maior valor acrescentado. As exportações de têxteis técnicos são a prova disso mesmo(10Out07)

A Indústria Têxtil e de Vestuário (ITV) é na Turquia um sector com uma relevância fundamental. A ITV representa 24% do emprego industrial do país.

Dentro deste sector, o segmento dos têxteis técnicos tem sido um dos que tem apresentado melhor performance. Segundo estatísticas da Associação dos Exportadores Têxteis e de Vestuário de Istambul, o crescimento nesta área tem sido considerável nos últimos 6 anos.

As importações de têxteis técnicos realizadas pela Turquia durante 2006 totalizaram 625 milhões de dólares, provenientes essencialmente de países como a Alemanha, Itália, China, Reino Unido e França. Para satisfazer a procura interna, a Turquia efectua importações de cerca de 15 países. Dentro destas importações, os não-tecidos e os tecidos revestidos têm sido as principais categorias importadas.

Apesar do considerável número das importações de têxteis técnicos, a taxa de cobertura neste segmento é actualmente positiva graças a um aumento de 100% das exportações ao longo dos últimos 6 anos. Durante o ano 2000, o valor das exportações situava-se em torno dos 405 milhões de dólares, tendo atingido o montante de 847 milhões de dólares durante o ano de 2006. No topo dos países importadores dos têxteis técnicos turcos aparece a Alemanha, com importações no valor de 147 milhões de dólares.

As exportações têxteis turcas (excluindo vestuário) atingiram os 6,1 mil milhões de dólares durante o ano de 2006, o que representou um aumento percentual de 12,2 pontos relativamente a 2005. Os principais artigos exportados foram as malhas, os tecidos de algodão, os tecidos de fibras sintéticas, roupa de cama e sacos para embalagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.