1 de abril de 2007

moda pra lembrar e se inspirar

Vestido para noite, década de 1920, no acervo do Museu Histórico Nacional no Rio de Janeiro

Enquanto a dúvida se moda é arte continua, é indiscutível o valor histórico das vestimentas e sua capacidade de refletir uma época. Não é a toa que existem muitos museus de indumentária pelo mundo.

Aqui no Brasil há o Museu do Traje e do Têxtil do Instituto Feminino da Bahia que reúne peças dos séculos XIX e XX, e alguns museus de história que trazem algumas peças, como é o caso do Museu Histórico Nacional no Rio de Janeiro.

Em São Paulo há pouco tempo atrás falou-se em um Museu da Moda Contemporânea que seria gerido pelo MASP gerido pelo Instituto Brasil de Arte e Moda , fruto da parceria entre a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção – ABIT, o Museu de Arte de São Paulo – MASP e a FAAP. O espaço funcionaria na Galeria Prestes Maia no centro da capital paulista. Hoje, o Instituto organiza uma pós-graduação coordenada pelo estilista Jum Nakao, mas o Museu de Moda Contemporânea ainda não existe.

No Theatro São Pedro na Barra Funda há um mini-museu montado em uma sala repleta de figurinos da Óperas ali encenadas.

Pelo mundo há muitos museus de moda, o Moda pra Ler reuniu alguns:

Bélgica

Mode Museum (Antuérpia) - A cidade natal do estranho Martin Margiela abriga um museu importante para quem estuda moda, principalmente do a usada no século XIX

Espanha

Museo del Traje (Madrid) - Aqui é possível fazer um tour virtual. O museu conta com um acervo bem diversificado desde antes do século XVIII e inclui também obras de Cristobal Balenciaga.

Estados Unidos

The Museum at FIT (Nova York) - Uma das mais conceituadas instituições de ensino de moda do mundo, a Fashion Institute of Technology, tem um acervo respeitável que fica a disposição de alunos e visitantes

Gucci por Tom Ford, verão 2003, no acervo do Metropolitan em NY

Metropolitan Museum (Nova York) – O museu promove periodicamente exposições sobre moda amplamente divulgadas na mídia, como a mostra sobre a Chanel e a “Anglomania”, sobre a influencia inglesa na moda. A área de vestuário do célebre museu novaiorquino disponibiliza algumas de suas peças no acervo virtual.

França

Musée de la Mode et du Textile(Paris) - Um acervo gigantesco que soma mais de 86 mil peças do século XVII até hoje. O acervo foi construído graças a doações particulares. Até o dia 23 de setembro que estiver em Paris pode conferir os figurinos que Jean Paul Gautier fez para a companhia de dança de Régine Chopinot et le ballet Atlantique.

Museu Pierre Cardim(Paris) - O costureiro que licenciou seu nome até para empresa de aviões e ficou célebre por propor a moda futurista nos anos 60 inaugurou o ano passado um museu que faz uma retrospectiva de sua carreira.

Musée Galliera - Musée de la mode de la Ville de Paris (Paris) - Apesar do site horrível, esse museu é referência para qualquer amante da moda. A exposição que entra em cartaz no dia 07 de abril e fica em cartaz até 29 de julho chama-se GallieRock e mostra o trabalho do estilista Jean-Charles de Castelbajac.

Peça de tecido do museu de Lyon

Le musée des Tissus et des Arts Décoratifs (Lyon) - O acervo desse museu traz a evolução da tecelagem desde a antiguidade. No site é possível ver uma mostra do enorme acervo.

Fondation Pierre Bergé Yves Saint Laurent (Paris) - A visita virtual e real a fundação de um dos nomes que certamente mudou os rumos da moda mundial

Itália

Museu Salvatore Ferragamo(Florença) - O célebre sapateiro italiano preserva a história da sua marca com um museu. È possivel fazer uma visita virtual ao acervo.

Japão

Vestido de noite feito por Madame Grés nos anos 40 em Kioto

Kioto Costume Institute (Kioto) – Nem só de um protocolo vem a fama da cidade japonesa que abriga um dos mais importantes acervos de indumentária do mundo. O site disponibiliza 200 imagens de peças da coleção.

Reino Unido

Victoria & Albert Museum – Londres - Grande Coleção de indumentária desde 1630. Até 10 de junho está em cartaz uma exposição com roupas da diva pop Kylie Minogue e até 22 de julho há uma mostra sobre a relação entre o design e o surrealismo. A lojinha tem coisas ótimas.

Museum of Costume (Bath) – Mais de 30.000 peças masculinas, infantis e infatis do século XVI até agora. No ótimo site do museu há um joguinho para descobrir o look que sintetiza o ano. Vicia, cuidado.

Gallery of English Costume (Manchester) - Ótimo acervo disponível on-line separados por categorias. Para adicionar nos favoritos.

National Museum of Costume(Dumfriesshire - Escócia) - O site do museu conta a história do tartan - o pano xadrez símbolo da Escócia.

Maiô dos anos 70 na Manchester Art Gallery

York Castle Museum (York) - Acervo de roupas femininas, masculinas e infantis dos séculos XVIII e XIX. Algumas fotos do acervo on-line.


***
Na Europa outros Museus da Moda podem ser encontrados aqui e aqui
Outras dicas de museus e sites legais são bem vindas.

Crédito das imagens: Tiradas dos sites dos museus citados nas respectivas legendas.

4 comentários:

  1. Pensando nos meus guardados, me senti eu mesma, uma peça de museu.
    Já não está na hora de existir no Brasil uma museu da moda?

    ResponderExcluir
  2. Ai, um dia vou conhecer cada um desses museus... hehehehe.

    ResponderExcluir
  3. fernanda oficinadeestilo.com.br/blogdomingo, 08 abril, 2007

    U-A-U!!!!!! post mais icrível, laura! congrats, arrasou! adorei - e vou linkar lá no oficina, num textinho pertinente (resultado do sarau da namídia - não perde o próximo que vai ser legal com vc tb!)! =) beijoca, boa semana!

    ResponderExcluir
  4. num textinho pertinente (resultado do sarau da namídia - não perde o próximo que vai ser legal com vc tb!)! =

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.