24 de janeiro de 2007

Bolívia

Moda pra ler volta de férias sedenta para postar.

Nesse primeiro texto recordo um pouco da viagem e comento sobre a Bolívia, um dos paises que visitei. Estive no sul do país nas cidade de Uyuni, Tupiza e Villazon. Ao norte próximo da capital La Paz acredito que a situação seja um pouco diferente.

As sensações que o país provoca são intensas. As paisagens são deslumbrantes e a pobreza extrema. Dá a sensação de estar no passado. Um dos elementos que proporciona sentimento são justamente as vestimentas tradicionais das mulheres locais.

As bolivianas usam sempre chapéus ou lenços na cabeça, saia rodada (Polleras) feita de uma espécie de veludo cotelê. Algumas usam aventais e aquele pano colorido, bem comum para fazer bolsas de feiras hippies, para carregar objetos, filhos e netos nas costas. Na parte de cima muita lã de carneiro e de lhama para proteger do frio natural a grandes altitudes que mesmo no verão pode chegar a -5°C.

Elas têm um cabelo muito comprido que elas usam em duas tranças unidas por um adorno no final do cabelo. Muitas crianças já tem as bochechinhas queimadas pelo sol intenso - fato que só se agrava com o tempo e deixa a população envelhecida.

A Bolívia é o paraíso da lá. Mantôs, gorros e cachecóis de todas as cores e modelos são uma pechincha. Um dólar corresponde a 7 bolivianos, moeda local.

Em sua posse, o presidente Evo Morales usou um sueter tradicional boliviano e gerou uma certa polemica. Alguns criticos encararam como informalidade.

Algumas fotos para ilustrar:












As crianças usam roupas comuns, mas quando adultas passam a vestir os trajes típicos.



Chapéus - essenciais para o sol agressivo


Colorido das lãs contrasta com o cinza da paisagem


Uma das barracas de artigos de lã em Uyuni sul da Bolívia

***
Acho que existe um fornecedor mundial de artigos de ferinhas hippies. No Brasil, na Argentina, no Chile e na Bolivia todo vendem as mesmas coisas. No caderno de tendência dos hippies a onda agora é o macramé.


2 comentários:

  1. nossa esse post é superrr antigo mas eu precisava deixar um comentario (desculpa eu não escrevo portugues direito)
    Eu moro na bolivia, em santa cruz e posso te garantir q essa não é a unica realidade do pais, não todas as pessoas se vestem assim nem todas são fisicamente assim, o lugar q vc foi é assim mesmo, mais onde eu moro e em muitos outros não é assim não, é cidade, com lugares pra comer pasiar, sair,cinema, faculdade, centros comerciais, muita vaidade e consumo, gente bonita e feia como cualquer outro lugar, eu so brasilera q sempre morei la e posso te garantir isso hehehe é q as pessoas sempre tem esse conceito de lá, e não se pode generalisar!
    Bolivia não é só o salar de Uyuni hehehe tem muito mais pra conhecer :)

    ResponderExcluir
  2. Hola Ruth! lei tu comentario y bueno todo esto solo define o da a notar un enorme desconforto lleno de preconceptos que pueden ser perjudiciales en tu interior, talvez si entiendes que todos los países pueden y deben compartirlo con todas las diferentes razas etnias y culturas,si no fuese asi aqui en america seria habitado solo por indios y el medio ambiente seria mas conservado .Resumiendo ya que en bolivia no se puede connotar algo superior pues para los críticos es mas facil hablar de su miseria,pero ojo !en todos los paises existen niveles de cultura eso si...

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.