18 de outubro de 2006

Buenos Aires é moda



Buenos Aires é muito mais do que tango, alfajor e casaco de couro.

A cidade é toda bonita. Acho San Telmo incrível, aquela “decadance avec elegance” é muito charmosa. A Recoleta com aquelas senhoras que passam a tarde toda nos cafés. Contudo, o lugar que mais gosto lá é Palermo Viejo.

O real igual ao peso atrai um monte de brasileiros todos os feriados para lá. Os pacotes vendidos por aqui acabam caindo no roteiro: tango, fila pra jantar Puerto Madero, ver o túmulo da Evita, Caminito, e não inclui os lugares mais legais de Buenos Aires, como Palermo Viejo.

Nesse texto falo sobre Palermo Viejo e conto algumas impressões sobre a capital argentina.

As fotos da viagem estão no Flickr

PALERMO "COOL"

Palermo Viejo ou a soma de Palermo Soho e Palermo Holywood é o lugar para se estar em Buenos Aires. Tem ótimo restaurantes, lojas e baladas. O segredo do bairro é andar muito, entrar em todas os lugares, se perder e se achar.

Palermo Viejo, abriga os novos estilistas argentinos. O lugar, anteriormente um bairro residencial, começou a ser um atrativo para os novos estilistas em função do baixo aluguel. Hoje a história é outra, e os portenhos apelidaram a região de “Palermo Cool”.



Defino Palermo Viejo como uma mistura de Vila Madalena e Jardins, sem o caos no transito e as ladeiras da Vila Madalena, sem o elitismo dos Jardins. As lojas não são tão baratas, mas bem mais que as lojas desses dois bairros paulistanos.

Em todos os estabelecimentos da região tem mapinhas segmentados: um só de restaurantes, outros só de lojas de roupa, outro de loja de acessórios. Se quiser se planejar antes tem o site Saber adonde ir ou no site da revistinha Wipe distribuída gratuitamente com o calendário de tudo que acontece em Palermo e em Buenos Aires.

Aos sábados a Praça Julio Cortazar (antiga Praça Serrano) abriga uma feirinha rodeada de galpões com roupas e acessórios de novos estilistas. No domingo um grande galpão na tradicional feira de San Telmo também traz o trabalho dos novos criadores. Os preços são ótimos. Blusas por 15 pesos, casacos por 60, vestidos por 50, colares por 10, faixas para usar como cinto por 5.

PARÊNTESES ANTROPOLÓGICO

Os preços baixos são justos. Condizem com a qualidade dos tecidos e com a modelagem. As malhas de lá não são boas e em geral eles só fazem em tamanho único.

As argentinas são muito magras. Depois do Japão é o país com o maior índice de anorexia do mundo. Elas têm, em geral, cintura reta, quadril estreito e sem bunda, por isso comprar calça lá é bem complicado.

Entre as portenhas a última moda é: usar calça de malha soltinha com punho no tornozelo, flores no cabelo e blusas de bolinha e de listras. Apesar disso, o que mais se vê na rua entre as jovens é o bom e velho trio: tênis (all star), calça jeans (tamanho 36) e camiseta.

Os jovens argentinos, homens e mulheres se preocupam muito com a aparência. Em Palermo Viejo há muitas lojas de roupa para homem com peças estilosas sem afetar a masculinidade.

As produções são mais ousadas. As mulheres usam cortes de cabelo arrojados, curtinhos e os homens mantém os indefectíveis mullets. O penteado exótico não agride porque a parcela de homem bonito lá é alta.

Os jovens portenhos são fãs de rock e têm tradição de reproduzir ícones pops nos grafites da rua, nas roupas e acessórios. Os novos estilistas se apropriam disso e não é complicado achar camisetas ótimas e baratas com estampas dos Beatles, da Beth Boop, Ramones e Jimi Hendrix.

MODA PRA VISITAR



Barrio Norte

Galeria Bond Street
Santa Fé, 1670
Como a galeria do rock aqui em São Paulo. Lojas para fazer piercing e tatuagem, roupas emos, mods, muitos bottons e estampas de cereja.

Indica
Santa Fé 1440 loja 11.
Loja que faz camisetas com estampa dos Beatles e de outros ícones pop dos anos 60 e 70. Preços em torno de 20 pesos. Na mesma galeria tem lojas de disco daquelas que você encontra raridades.

Palermo Soho

Lá tem muitas lojas boas. Vale entrar em todas. A baixo algumas que selecionei. O leitor, certamente, descobrirá outras preferidas.

Adidas Originals – Malabia, 1720
A marca das três listras na versão street wear. Trench-Coats, bolsas e os abrigos com desenhos arrojados. A linha adicolor tem casacos com estampas da Beth Boop e da Mr. Pig do Muppets, mas bem caros 450 pesos.

Amor Urbano – Serrano, 1509
Lingeries, blusinhas e acessórios meigos

Básica Vanguardia – malabia, 1968 (dica da Lívia)
Roupas masculinas e femininas com muita mistura de tecidos.

Besha – Armênia, 1712
Bolsas, cintos, carteiras de couro em várias cores.

Bolívia – Gurruchaga, 1581
Roupas masculinas muito bem cortadas e descoladas.

Capital – Honduras, 4958
Loja de objetos e acessórios. Tinha bolsas lindas.

Dam – Honduras, 4775 (dica da Malú)

Jasmin Chebar - El Salvador, 4702
A marca é bem famosa em Buenos Aires. Roupas básicas, mas com um design interessante.

Objeto – Gurruchaga, 1649
Roupas, acessórios com estampas divertidas e Toy Art

Seco – Rua Armênia, 1646
Loja de roupas para chuva. Capas, guarda-chuvas e galochas lindas.

Think Pink – Gurruchaga, 1765
Roupas femininas de malha na linha despojada sexy.

Trosman - Armênia, 1998
Outra marca bem famosa em BAs, que chegou a desfilar na SPFW como Trosman e Churba. Roupas com um estilo bem moderno, daquelas difíceis de vestir.

***

OTRAS COSITAS MAS



Festival de Design
Entre os dias 12 e 29 de outubro acontece em Buenos Aires o primeiro Festival de Design. Lá eles traduzem então fica “Primer Festival de Diseño de Buenos Aires”. O evento reúne várias exposições em vários bairros da cidade.

Noite dos Museus
Na noite do dia 7 de outubro alguns museus ficaram abertos até as 2h da manhã com visita gratuita. Achei o máximo essa iniciativa. O museu mais legal de lá é o Malba, Museu de Arte Latino Americana de Buenos Aires.

Shows iguais
Os artistas dos outros continentes fazem um pacotão de shows e quase todos os que vem pra cá vão pra lá. O Festival Bue vai ter as mesmas atrações do Tim Festival. O Personal Fest 06 vai ter Black Eyed Peas e New Order, e também Funk Como Lê Gusta e Tati Quebra Barraco. Queria ver as argentinas dançando funk carioca.

Nesse feriado a cidade estava repleta de cartazes anunciando o show do cantor inglês Robbie Willians que fez shows nos dias 14 e 15, mas ele não deu um pulinho aqui.

Livrarias
Na avenida Santa Fé a Ateneu (Santa Fé com Robamba) é parada obrigatória. Um teatro antigo transformado em livraria. Em Buenos Aires tem mais livrarias que no Brasil todo. No metrô ao invés de vender balas os ambulantes vendem livros do Jorge Luis Borges, Edgar Allan Poe por quatro pesos.

Dicas Gerais
- Procure sempre saber qual o cruzamento mais próximo do endereço que você vai porque as ruas lá são muito compridas. Os taxistas agradecem.
- Tem muito cocô de cachorro na rua, é bom olhar pra baixo.
- Vigora a menos de um mês uma lei que não pode fumar em lugares com menos de 100 m2. Fumantes estejam preparados porque eles estão rigorosos.
- Os ônibus não têm cobradores e só aceitam moedas. É bom ter moedas porque os motoristas não são muito prestativos.
- Pode levar real pra trocar.
- Se for com pouco dinheiro troque a refeição por empanadas.
- A expressão "Boludo" significaria bobo, mas serve para qualquer coisa. Você vai ouvir muito.

Baladas
Fui em três dessa vez:
- Mundo Bizarro (Serrano, 1222)- Um bar descolado em Palermo Viejo, todo vermelho, que serve drinks em tudos de ensaio.
- Mod (santa fé x araoz)- Discoteca que toca clássicos do rock, ótimo pra dançar muito.
- Opera Bay - Lugar enorme com vista para o Puerto Madero, super playboy, cheio de engravatados que acabaram de sair do escritório. A proporção é 10 homens para 1 mulher. Uma catapulta na auto-estima feminina, ainda mais se você for brasileira. Tem que ir no espírito. Ir lá mais de uma vez talvez enjoe.

11 comentários:

  1. Oi, Laura, fui a Buenos Aires em agosto e também fiquei encantada pela cidade. San Telmo é um sonho. Fiquei horas nos brechós e na feira de antiguidades. A arquitetura da cidade também é fascinante.
    A propósito, adorei a entrevista que você fez para a revista Simples...

    ResponderExcluir
  2. Mulher, adorei a reportagem,,,, muito boa. Fiquei morrendo de vontade de ir a Buenos Aires, já coloquei na agenda :).

    Bjs,

    ResponderExcluir
  3. viva buenos aires e suas particularidades* !

    ResponderExcluir
  4. Laura, incrível, você retratou tudo que é preciso saber...

    ResponderExcluir
  5. laura 100000000000 adorei tudo mas volto com calma pra conhecere estes links todos as fotos já dei uma olhadinha... adorei ;))

    ResponderExcluir
  6. nossa! adorei!

    estou planejando uns dias em janeiro por lá e estava procurando um guia que saisse do circuito turístico tradicional. achei aqui!

    conheço uma argentina que fala muuuuito dos novos designers argentinos e vejo como a moda lá é forte.

    já está tudo anotado!
    :)

    ResponderExcluir
  7. Hola, Laura!
    Quiero agradecerte por tu comentario acerca de mi boutique "Indica", de la galeria San Nicolas, en Buenos Aires.
    Gracias a tu blog entro mucha gente interesada a mi web page.
    Voy a poner un link en mi pagina hacia la tuya, para devolverte un poquito lo que hiciste por mi.
    Muchisimas gracias, conta conmigo para lo que necesites! Soy Roxanna Veronica Diaz, diseñadora y responsable de Indica Boutique.

    ResponderExcluir
  8. "Indica" tiene remeras con modelos super cool y estampados de bandas de los 60's 70's 80's super originales.
    Y LOS MEJORES pantalones. Yo tengo una banda de rock y mi compañera de banda y yo, los usamos para tocar en vivo. Compramos el mismo modelo en diversos colores y nos da una estética copada!
    Los camperas también son lindísimas...
    SUPER RECOMIENDO pasar por Indica a quien venga a Buenos Aires.
    Que bueno que le hagan difusión a este local que lo merece por calidad, precios y atención!
    Besos,
    Alejandra

    ResponderExcluir
  9. Oi Laura!
    Eu tambén adorei a cidade e meu aluguel temporada Buenos Aires ! Comprei coisas charmosas e recorri todos os bairros da cidade!

    ResponderExcluir
  10. Digam o que disserem sobre Bs As, ela não perde beleza, poesia e um ir e vir que não é delirante, tem cadência...ritmo, como o tango que a define, decidido, forte e envolvente....A chamo da Cidade dos Plátanos e das Medialunas, em maiúsculo sim, porque até neles é soberana. Volver, siempre. Rosa (rosacondessa57@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  11. Oi, muito boa suas dicas mesmo o post sendo antigo, moro em Buenos e também tenho um blog com um pouco de moda, um algumas dicas da cidade

    Beijao

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.