6 de setembro de 2006

Modapraler entrevista: Fernanda Cardoso

Por trás de um artista de sucesso sempre tem um produtor competente em ação. Sempre nos bastidores, eles são responsáveis pelo bom funcionamento técnico e as vezes até emocional do cantor, ou da banda. No caso do Cansei de Ser Sexy, os músicos brasileiros mais queridos do mundinho da moda, essa pessoa é a Fernanda Cardoso. Ela também faz aparições no programa Trama Virtual que vai ao ar pelo Multishow.

Dona de um estilo que ela define como “sexy e arrojado”, ela pode ser encontrada nas baladas descoladas de São Paulo sempre com uma roupa cheia de graça e muitas pulseiras no braço. Nessa entrevista via msn a Fê falou um pouco sobre sua moda.

Você se preocupa com o que veste?
Não sei se me preocupo. Vestir pra mim é uma diversão. Eu me divirto com as roupas, os acessórios, os sapatos. Gosto de tentar combinações diferentes. Acho que é um lance meio de criança, tipo brinca de brincar de boneca.

Onde busca informações para se inspirar nas suas produções?
Não costumo buscar informações, é intuitivo. A influência mais forte mesmo vem do dia a dia. Gosto de ver filmes, novos e antigos, e reparar no figurino, de programas de TV que falem de moda ou de comportamento, como os que passam na GNT. Vejo às vezes algumas revistas e sites. Sou super consumista. Adoro andar em feirinhas, entrar em brechós e lojas.

Demora escolhendo a roupa que vai sair?
Às vezes. Depende do meu humor, da minha TPM, do lugar que eu vou. Tem muitas variantes, mas normalmente eu penso durante o banho.

Você curte um estilo 80's. O que te atrai na moda dessa década? Com o que você se identifica?
Acho que tudo da moda dessa época é divertido. O colorido, a mistura de texturas, estampas. É até meio brega. Gosto dessa liberdade pra combinar as coisas. Você fica confortável sem perder a feminilidade. Eu acho super sexy...de verdade!

Quais são suas referências dessa época?
Madonna em “Procura-se Susan Desesperadamente”, os filmes do John Hughes (“De Volta para o Futuro”, “Blade Runner”); Viúva Porcina; Franja repicada; Atari; Polainas; Tenis Iate. São tantas coisas legais.

Já que curte os 80´s que está em pleno revival, o que você acha da moda que é oferecida nas lojas hoje?
Tem muitas lojas bacanas, mas acho que os preços são surreais. Muito caros! Não rola comprar as coisas em loja de shopping. Você tem que ir a outlet, brechó, feirinhas de rua, como a Benedito Calixto e a do Bexiga, Tem que garimpar mesmo. Às vezes a gente não tem muita paciência pra isso. É legal quando você dá sorte e encontra alguma coisa por acaso.

Falando em preços surreais. Qual seu objeto de desejo de moda e sua grife favorita?
Vejo coisas incríveis da D&G, Gucci, Prada; do Alexandre Herchcovitch. Acho que eu queria uma Patricia Field na minha vida. Adoro as roupas da Carrie do Sex and the City. Tem um monte de gente que diz que ela é brega, mas eu adoro.Ah! Queria muito que o Le Cheval ou Le Coq voltassem.Ia me fazer feliz!

Tem alguma peça de roupa ou acessório que você tenha mania de comprar?
Vestidos e Pulseiras. Sou maníaca por pulseiras. Tenho um montão, de todos os tipos. Tudo começou porque achei umas pulseiras que eram da minha mãe. Vestido eu adoro. Principalmente estes que a gente acha em brechó e que no cabide parecem horríveis, mas quando você veste ficam ótimos.

Trabalhar com o Cansei de Ser Sexy, que é uma banda que veio do mundo da moda te influenciou o seu estilo de alguma maneira?
Acho que todo mundo que você convive te influencia de alguma maneira. Elas são minhas amigas também, por isso a influência é quase inevitável. Vejo uma coisa interessante, uma combinação diferente. Cada uma tem um estilo. Na verdade só Love (Foxxx) e a Ira gostam mesmo de moda. A Ira trabalhava com o Herchcovitch e a Love já trabalhou na Triton e com o Caio Gobbi.

Você sentiu alguma influencia explícita ? Tinha alguma coisa que você não usava antes e depois do CSS passou a usar?
Camiseta só usava feminina, mais justinha, mas agora eu prefiro as grandes, tipo uma P ou M masculina. Tenho e compro várias, velhas e novas.

Perdeu o medo de não ser feminina?
Acho que sim. Aprendi a usar peças não necessariamente femininas: calça larga e camiseta. Isso não tira a nossa feminilidade. Estou de calça larga, camiseta e tênis, mas sem estar desleixada ou masculina. Tudo tem que ser bem dosado e de acordo com o seu estilo e seu tipo de corpo, mas não existe regra.

Como você define seu estilo?
Depende do dia, mas tenho um estilo um pouco anos 80, sexy e arrojado.

***
A Fernanda vai mandar uma foto, essa eu roubei do orkut.

3 comentários:

  1. Os filmes do John Hughes sao, no caso, "Gatinhas e Gatoes", "O Clube dos Cinco", "Curtindo a Vida Adoidado", "A Garota de Rosa Shocking" e, quero supor q nao, "Esqueceram de mim".

    "De Volta Pro Futuro" eh do Robert Zemmeckis - impecavel em "Carros Usados" e tedioso em "Forrest Gump" e "Filadelfia".

    "Blade Runner" eh do Ridley Scott.

    A Fer nao eh 80s. Ela eh meta-80s, oitentismo referente: "De Repente Trinta", "Nunca Fui Beijada" e "Peggy Sue" :P

    ResponderExcluir
  2. Fernanda é uma fofa, e ganhou dos meninos do Mombojó o carinhoso apelido de "Dru Barrymore do Brasil".

    Sem contar que ela arrasa no bambolê!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.